Doenças Carenciais e Parasitárias: Análise em escola periférica do município de Araruama

Eliani Miranda, Daniella Lima, Sula Salani

Resumo


Este estudo aborda quatro doenças parasitárias humanas, suas causas e o modo de preveni-las e tratá-las quando possível, que acometem em maior número a população carente, sendo elas: Ascaridíase; Esquistossomose; Enterobiose; e Teníase. O principal objetivo em abordar essa temática, é fazer com que os alunos percebam a relação entre saúde e desenvolvimento social, reconhecendo as medidas preventivas e remediadoras para combater tais doenças. Esse projeto foi realizado na Escola Municipal Profª Célia Castanho Jardim, no município de Araruama, RJ, com uma turma do 5º ano do Ensino Fundamental, tendo participado da pesquisa 22 alunos com idade entre 10 e 15 anos. A primeira etapa do trabalho era composta por um questionário, no qual registrava os costumes diários dos alunos, seguido da explicação oral do tema “Doenças carenciais e parasitarias”, sendo finalizado com um debate, com o objetivo de recolher os dados prévios e posteriores ao que foi dito. Em suma, o ensino aparentou defasado em relação à prática efetiva dos cuidados preventivos a que devemos exercer, canalizando assim uma deficiência , sendo está refletida no número de pessoas contaminadas.

Palavras – chave : doenças parasitárias, ascaridíase, esquistossomose, enterobiose, teníase, saúde, medidas preventivas

Apontamentos

  • Não há apontamentos.