Passeio de sombrinhas: poéticas urbanas, subjetividades contemporâneas e modos de estar na cidade.

Maria Thereza Oliveira Azevedo

Resumo


Tomando como referência a poética urbana  Sombras que passeiam uma ação  do Coletivo à deriva, da UFMT ligado ao Grupo de Pesquisa Artes Híbridas, Intersecções, contaminações transversalidades, o artigo propõe uma reflexão sobre possíveis processos de subjetivação e singularização engendradas por ações coletivas em territórios inventados por meio da arte. Deleuze e Guattari apoiam a discussão.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.