A RITALINA COMO FORMA DE TRATAMENTO EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH): UM ESTUDO DE CASO

Ana Paula de Oliveira, João Carlos Pereira de Moraes

Resumo


O presente artigo tem por intuito apresentar maiores esclarecimentos sobre a utilização desse medicamento em crianças que apresentam TDAH, pois como se sabe este pode trazer como beneficio maiores possibilidades de aprendizagens, má também pode trazer efeitos negativos como a robotização das crianças. O objetivo principal para a realização de este artigo dar-se a pela necessidade em conhecer melhor sobre o Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, bem como suas causas e consequências e também conhecer melhor sobre o medicamento utilizado como uma das formas de tratamento sendo neste caso a ritalina. A metodologia utilizada para a realização deste artigo ocorreu a partir de pesquisa bibliográfica onde se buscou através de livros e artigos conhecer melhor sobre o TDAH e o uso da ritalina e também por meio de entrevista com uma professora que trabalha com aluno com TDAH na rede pública de ensino e com os pais do aluno que apresentam esse transtorno e com o próprio aluno. Os resultados alcançados por meio da pesquisa e da entrevista mostram que o medicamento é fundamental no tratamento de crianças com TDAH pelo fato de proporcionar aos alunos uma aprendizagem mais significativa, além de fazer com que os mesmos tenham uma socialização com os demais alunos da escola.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.