MEDIDAS NÃO FARMACOLÓGICAS PARA CONTROLE DA DOR NO RECÉM-NASCIDO PRÉ-TERMO

Aline Piovezan Entringer, Ana Luísa Durante, Patrícia Moreira Melo Thomaz

Resumo


O objetivo desse estudo é descrever as medidas não farmacológicas para controle e profilaxia da dor em recém-nascidos prematuros (RNPT). Método: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura. A busca bibliográfica foi realizada em estudos indexados nas bases de dados internacionais LILACS, MEDLINE e SCIELO, usando como descritores infant, premature and pain. Resultados: Estudos comprovaram a eficácia de métodos não farmacológicos como a sucção não nutritiva, uso de glicose e sacarose oral e método canguru na prevenção e alivio da dor RNPT. Alguns métodos ainda são pouco estudados, como musicoterapia, posição e contenção. Conclusões: É fundamental que a equipe esteja capacitada para detectar mudanças fisiológicas e comportamentais durante os procedimentos dolorosos e para prevenir e tratar a dor nos recém-nascidos prematuros.

Palavras-chave: Prematuro; Dor; Unidade de Terapia Intensiva; Humanização da Assistência.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.