http://diadorim.ibict.br/handle/1/1939

Dossiê temático: Práticas de ensino e tecnologia em tempos de crise

Já em 1984, Paulo Freire reconhecia a necessidade de a escola usar as mídias mais modernas para aprimorar as práticas de ensino. No livro Sobre educação: diálogos II (posteriormente publicado sob o título Educar com a mídia: novos diálogos sobre educação), ele defende o uso de todos os meios de comunicação como auxiliares extraordinários para que a escola se torne um espaço comunicante e criador. De lá para cá, no entanto, os desafios que cercam o emprego das TICs nos processos de ensino e aprendizagem se intensificaram com a assim chamada Educação 4.0. que, paradoxalmente à proposta do educador, vem tornando as ferramentas digitais centrais para os problemas da educação no Brasil, levando pouco em consideração as questões de acesso à tecnologia, o baixo letramento digital do educador e/ou educando, e o perfil de aprendizagem do estudante brasileiro, especialmente aqueles pertencentes às classes populares. Como os professores estão lidando com os desafios das novas mídias digitais nas escolas em suas diversas disciplinas? O dossiê “Práticas de ensino e tecnologia em tempos de crise” se destina a compilar relatos de experiência docente no Ensino Básico, seja ela positiva ou negativa.
A proposta ora apresentada para o Dossiê na Revista Eletrônica do Instituto de Humanidades decorre da necessidade de aprofundarmos o debate sobre as possibilidades, limites, dificuldades e eventuais soluções ligados ao uso de tecnologias no ensino básico. O dossiê irá contemplar trabalhos que tratem essa temática em uma perspectiva crítica, descritiva, analítica e/ou historiográfica. Espera-se que os artigos apresentados contenham fundamentação teórica pertinente para os direcionamentos apontados e coloquem em discussão questões relevantes para a formação de um pensamento crítico sobre as práticas docentes atuais na educação básica diante de um mundo cada vez mais tecnológico.

Continuamos recebendo artigos para a seção de TEMA LIVRE.