http://diadorim.ibict.br/handle/1/1939

Dossiê temático: Literatura negra feminina brasileira no século 21

Nos últimos anos, a produção feminina negra tem se intensificado na literatura brasileira: além da consagração da obra de Conceição Evaristo, temos visto surgir diversos outros nomes, como os de Ana Maria Gonçalves, Eliana Alves Cruz, Cidinha da Silva, Esmeralda Ribeiro, Miriam Alves, Lia Vieira, Esmeralda do Carmo Ortiz e Ryane Leão, entre tantos outros. A autoria feminina negra na literatura brasileira contemporânea se manifesta nos mais variados gêneros e formas – romance, conto, crônica, poesia, slam, e até mesmo no cordel. Entretanto, ainda são poucos os estudos críticos sobre essas autoras. A invisibilidade de suas produções no campo acadêmico tem consequências na circulação de suas obras entre o público leitor mais amplo, limitando o alcance desses textos que registram o olhar e as experiências de uma parcela significativa da população brasileira. Para lançar luz nesta produção tão rica, o dossiê “Literatura negra feminina brasileira no século 21” convida pesquisadores a apresentarem trabalhos que discutam essa temática em uma perspectiva descritiva, analítica e crítica. Espera-se que os artigos apresentados contenham fundamentação teórica pertinente para os direcionamentos apontados (abordando conceitos como os de lugar de fala, racismo estrutural e interseccionalidade, por exemplo) e coloquem em discussão questões relevantes para a formação de um pensamento crítico sobre a literatura brasileira contemporânea produzida por mulheres negras.

Continuamos recebendo artigos para a seção de TEMA LIVRE.