“O CASO DA VARA”, DE MACHADO DE ASSIS: UMA PROPOSTA DE LEITURA PARA O ENSINO MÉDIO

Letícia Mayer Borges, Juracy Ignez Assmann Saraiva

Resumo


O presente artigo parte do princípio que a literatura exerce uma função social, pois adensa a compreensão sobre a vida e revela a riqueza da língua como manifestação artística; igualmente, seguindo a Estética da Recepção de Jauss (1979) e a Teoria dos Efeitos de Iser (1979), reconhece a importância do leitor que, como agente ativo, dá vida ao texto. A partir desse fundamento teórico, o artigo apresenta um percurso metodológico mediante a análise de “O caso da vara”, de Machado de Assis, antecipando esse percurso com a exposição de aspectos da teoria do conto, referidos por J. Cortázar, e identificando possíveis pontos de inserção do aluno do ensino médio com esse texto machadiano. Ao utilizar a metodologia de roteiros de leitura, desenvolvida por Saraiva e Mügge (2017), o artigo comprova que é possível conferir protagonismo ao receptor empírico, procedimento que contribui com a formação de jovens leitores. Concluindo, as autoras do artigo reafirmam a importância da leitura de textos literários na escola, em especial dos produzidos por Machado de Assis, que, como romancista e contista, promove reflexões sobre a condição humana e sobre a sociedade brasileira, revelando, em seus textos, a prática artesanal da escrita.

 


Palavras-chave


Literatura; Função social; Machado de Assis.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.